Portugal sagra-se bicampeão europeu de futsal

Portugal sagrou-se este domingo bicampeão europeu de futsal ao vencer, em Amesterdão, a Rússia por 4-2 a final do UEFA Futsal EURO 2022. Sokolov, aos 10 minutos, e Afanasyev, aos 13, deram vantagem à Rússia, mas André Coelho, com dois golos, aos 27 e 32, e Pany Varela, aos 40, consumaram a reviravolta lusa, iniciada ainda na primeira parte, aos 19, por Tomás Paçó.

Após uma vitória que mereceu os parabéns do primeiro-ministro português, António Costa, a equipa foi recebida ontem no aeroporto de Lisboa por uma centena de adeptos. Após aterrar na pista do aeroporto Humberto Delgado, o capitão João Matos deixou as instalações, erguendo o troféu continental, que depois passou para o seleccionador Jorge Braz, antes de circular por grande parte dos jogadores e se aproximar dos presentes. “É extraordinário ter tocado o céu e regressar à realidade. Foi um feito extraordinário. Estamos de parabéns pelo que fizemos”, afirmou João Matos, em declarações aos jornalistas.

Tomás Paçó disse aos jornalistas que, com esta vitória, realizou um sonho “nesta segunda época de sénior”. “Eu e o Zicky já temos todos os troféus que podíamos conquistar, mas isso demonstra o potencial do futsal português”, disse o fixo ‘leonino’, de 21 anos, que no domingo juntou o título europeu de selecções ao Mundial e à Liga dos Campeões, vencida pelo Sporting, ao serviço do qual também já se sagrou campeão nacional e vencedor de Taça de Portugal, Supertaça e Taça da Liga.

O guarda-redes André Sousa, que segurava um cartaz levado por um adepto para o recinto neerlandês, com a mensagem ‘bagaço>vodka’, agradeceu a recepção, após “poucas horas dormidas e depois de um grande objectivo”. “Sabíamos que tínhamos de estar ao mais alto nível para estar neste patamar e acho que Portugal saiu como justo vencedor”, referiu o guardião do Benfica.

Visita a Belém

No aeroporto, o ala do Nápoles, Bruno Coelho, disse esperar manter estes momentos de glória na memória colectiva nacional. “Foi um feito enorme. Nos últimos quatro anos, ganhámos dois europeus e um mundial. É espectacular, nunca nos vamos esquecer. Espero que todos os portugueses não se esqueçam deste momento”, realçou.

A selecção portuguesa de futsal foi também recebida na manhã de ontem pelo Presidente da República portuguesa, Marcelo Rebelo de Sousa, no Palácio de Belém, em Lisboa. Numa nota divulgada no website da Presidência, lê-se que “depois de um jogo difícil e muito emotivo os heróis portugueses manifestaram a sua vontade e competência, uma nova jornada de glória para o desporto nacional”.

Subscrever
Notifique-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários