Book Carnival | Organização retirou livro com bandeira de Taiwan na capa

Imwa Chan, presidente da Associação da Promoção da Literacia de Macau, assumiu ter retirado da lista de livros em exposição na Macau Book Carnival um livro de política que tem a bandeira de Taiwan na capa, sem referir que de obra se trata.

“Em relação aos livros de política, retirei um ontem à noite. Um livro que fala sobre bandeiras nacionais. Como é um livro de Taiwan, coloca a bandeira da República da China (na capa), achei que era inadequado. Por isso optei por não exibir esse livro. Os restantes estão bem”, disse em declarações reproduzidas pelo Canal Macau da TDM.

A edição deste ano da Macau Book Fair, que decorre no ginásio do Instituto Politécnico de Macau (IPM) até ao dia 19 de Julho, conta com mais de 25 mil livros em exposição, vendidos a preços de saldo. Só o Instituto Cultural disponibiliza um total de 1.100 títulos.

Devido à pandemia da covid-19, não estão expostas obras oriundas da China. “Este ano, na oferta, não temos, lamentavelmente, os livros da China continental, pois os que são importados de lá devem ficar em quarentena por mais de 10 dias. O número de livros de Hong Kong e Taiwan é semelhante ao do ano passado. E existem cerca de 20 por cento de livros em idiomas estrangeiros”, justificou Imwa Chan.

Subscrever
Notifique-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários