Jogo | Receitas caem 3,4% em 2019, após pior registo mensal do ano

Os casinos de Macau fecharam 2019 com receitas de 292,46 mil milhões de patacas, traduzindo uma queda total de 3,4 por cento em relação ao ano anterior.
Em 2018, as receitas atingiram um total de 302,85 mil milhões de patacas. De acordo com a Direcção de Inspecção e Coordenação de Jogos (DICJ), o resultado vem no seguimento dos dados registados para o mês de Dezembro indicarem perdas na ordem dos 13,7 por cento, acabando mesmo por ser a mais acentuada de 2019. Em Dezembro, as receitas totalizaram 22,838 mil milhões de patacas, ou seja, menos cerca de 400 milhões de euros relativamente a igual período de 2018, fazendo deste o segundo pior mês de 2019, depois de Agosto ter registado uma queda de 8,6 por cento.
Recorde-se ainda que a vinda do Presidente Xi Jinping a Macau durante o mês de Dezembro terá contribuído para o decréscimo registado no mercado de jogadores provenientes do Interior da China, pelo reforço no controlo fronteiriço e maiores restrições na emissão de vistos.
Analistas da Sanford C. Bernstein e da Macquarie Capital Ltd. citados pelo GGR Asia estimam, contudo, que a recuperação das receitas brutas dos casinos de Macau em 2020 possa acontecer na segunda metade do ano suportada por um “modesto” crescimento no segmento VIP e estabilização do mercado de massas.

Subscrever
Notifique-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários