PARTILHAR
O Sporting de Macau fez ontem a apresentação dos escalões sub-9, sub-13 e sub-18 da Academia de formação de jogadores. Os responsáveis esperam que o projecto permita estabelecer as bases para o futuro do clube

 

O Sporting de Macau apresentou ontem os três escalões que vão constituir a academia do clube esta temporada, nomeadamente os sub-9, sub-13 e sub-18. No total, estas equipas vão envolver 58 atletas.

“Estamos muito felizes. Era um objectivo antigo do clube que só foi possível concretizar agora. É um projecto que depende do empenho dos treinadores Nuno Capela, Pedro Lopes e do dirigente José Reis. São eles os grandes responsáveis pelo que conseguimos concretizar para esta época”, afirmou Leonel Borges, presidente interino do Sporting Clube de Macau.

“Não tínhamos grandes possibilidades financeiras, mas conseguiram mobilizar as pessoas e procurar apoios, o que foi algo de extraordinário. É muito importante ter estes escalões, até porque esperamos que os sub-18 possam começar a fornecer atletas ao nosso escalão principal”, acrescentou.

Por sua vez, Nuno Capela, treinador dos seniores e um dos homens por trás do projecto, destacou a importância dos atletas mais velhos da academia subirem à formação principal. “Temos dois objectivos muito bem definidos: o primeiro é fornecer atletas à equipa principal. Este é o futuro do Sporting Clube de Macau. O segundo objectivo é o competitivo. Nas competições em que estivermos presentes queremos, logo no primeiro ano, ter uma prestação digna”, justificou o técnico. “E quando digo uma prestação digna estou a apontar ao primeiro ou segundo lugar”, frisou.

Por outro lado, Nuno Capela realçou o trabalho de Pedro Lopes e da estrutura do clube para a concretizar a academia. “O projecto que apresentámos hoje [ontem] é um trabalho colectivo, tenho de agradecer ao Pedro Lopes pela ajuda e ao clube que me permitiu desenvolver um projecto de raiz. Para mim, isto é uma felicidade”, revelou.

No escalão sub-9, os treinadores vão ser César Gibelino e Bright, atletas dos seniores, e os sub-13 por Pedro Pires, Prince e Malachay, também eles jogadores da equipa principal. Já os sub-18 têm como treinadores Pedro Lopes e Pedro Pires.

Equipa de veteranos

A cerimónia de ontem, que decorreu no auditório da Escola Portuguesa de Macau, serviu igualmente para apresentar a equipa de veteranos, também conhecidos como Velha Guarda. Nuno Capela e Pedro Lopes vão ser os técnicos da equipa.

“O objectivo é manter junto do clube um grupo de pessoas que por vias da idade já não actuam nos seniores, mas que ainda querem praticar o desporto que gostam, que é o futebol. O objectivo competitivo vai passar por fazer o melhor possível, também porque não conhecemos as outras equipas”, explicou.

O campeonato de veteranos, que é de futebol de sete e é disputado no D. Bosco, vai ter mais um ponto de interesse, com o clássico entre Sporting e FC Porto.

“Claro que são sempre jogos especiais e não vamos entrar em campo para perder. Mas acho que o mais importante é haver um bom convívio e espírito de amizade entre os atletas. Neste escalação, os resultados deixam de ter tanta importância”, declarou Nuno Capela.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here