PARTILHAR
Instrutora de Pole Fitness, Sandi Manhão descobriu os benefícios dos óleos essenciais quando começou a ter tonturas. Daí à abertura de um negócio próprio, em parceria com uma amiga, foi um passo. Dois anos depois, o grupo Libélulas Healthy Blend, distribuidor dos óleos da Young Living Macau,  existe online e promete benefícios em casos de ansiedade ou alergias

O uso de óleos essenciais para curar patologias tão diferentes como a ansiedade ou simples alergias tem vindo a ser cada vez mais frequente em Macau, mas não só. Há cerca de dois anos, Sandi Manhão decidiu ela própria apostar neste negócio online depois de ter descoberto os benefícios sozinha.

“Sou instrutora de Pole Fitness. Durante muito tempo, quando fazia pole, tinha tonturas bastante violentas e tinha de tomar comprimidos para as tonturas e náuseas. Até que um dia me falaram no óleo essencial Hortelã-Pimenta. Experimentei e fiquei maravilhada com os resultados. Resolveu-me o problema, nunca senti nenhum efeito secundário e consegui voltar à minha vida normal”, contou ao HM.

Daí até à criação do grupo “Libélulas Healthy Blends” na rede social Facebook foi um passo. No início o grupo tinha só dez participantes e visava apenas discutir os benefícios. Hoje tem 900 pessoas a discutir o assunto na rede social e tornou-se um dos representantes e distribuidores dos óleos essenciais Young Living Macau.

Sandi Manhão não consegue precisar um preço médio para a venda dos óleos essenciais, pois tudo depende das suas propriedades. “A venda dos óleos da Young Living é feita online e todos têm preços diferentes. Um óleo de Limão tem um preço muito abaixo do de um de Alfazema, por exemplo.”

“Para determinar a qualidade e o preço de um óleo essencial, temos de nos preocupar com três características cruciais: pureza, grau e integridade”, frisou ainda.

Com base nos pedidos dos clientes, a instrutora de Pole Fitness conta que são muito procurados óleos essenciais que possam curar casos de stress e insónias.

“Outras pessoas optam por fazer os seus próprios produtos, sem toxinas e mais naturais, principalmente quando têm filhos”, adiantou.

Diferentes e iguais

Por norma, um óleo essencial aplica-se na zona do pescoço ou do nariz, para dar uma sensação quase imediata de bem-estar. Contudo, também pode ser usado para trazer um melhor ambiente à casa.

“Cada óleo essencial possui propriedades químicas específicas. Uns ajudam a combater o stress e a ansiedade, outros são regeneradores ou protectores da pele, outros descongestionam as vias respiratórias. As possibilidades são infinitas”, explicou Sandi Manhão.

Ainda assim, “nem todos os óleos essenciais são iguais”. “Se quisermos ter o beneficio terapêutico teremos de seleccionar óleos de boa qualidade, não adulterados por substâncias químicas (o que é bastante comum nos óleos comercializados), devem ser de produção orgânica e 100 por cento puros, tendo passado por testes rigorosos e controlo de qualidade desde a produção ao engarrafamento”, acrescentou.

Sandi Manhão alerta para o facto da maior parte dos óleos que são vendidos em lojas terem apenas aromas sem que ofereçam “os mesmos benefícios terapêuticos e medicinais”.

A mentora também utiliza os óleos essenciais “como alternativa saudável aos produtos comuns de limpeza da casa e aos produtos de beleza e de higiene pessoal”. “Substituem a minha farmácia convencional e ainda posso utilizá-los de forma versátil na culinária.”

Muita procura

Além da rápida expansão da venda de óleos essenciais no território, sobretudo através de grupos online, estes também têm vindo a ser procurados um pouco por todo o mundo.

“Há uma procura generalizada, embora alguns países estejam mais avançados nesta área, como os Estados Unidos e Hong Kong. Na última década surgiu a tendência para uma aproximação mais holística e natural ao nosso dia-a-dia.”

O uso de óleos está, assim, associado à procura de estilos de vida mais saudáveis, algo que se tornou moda.

“Estamos mais conscientes da poluição do ambiente, da contaminação dos alimentos com pesticidas e da composição dos produtos de limpeza e higiene com ingredientes tóxicos e nocivos. Há uma maior procura de alimentos biológicos, produtos orgânicos e medicinas alternativas e na sequência disso, os óleos essenciais voltaram a ser procurados e como que redescobertos.”

Para Sandi Manhão, qualquer pessoa, independentemente do seu estilo de vida, pode usar óleos essenciais.

“Não temos de ser aromaterapeutas para usar óleos essenciais nas nossas casas, basta colocar umas gotinhas no difusor para podermos melhorar a qualidade do ar. A difusão de óleos essenciais, além de proporcionar um ambiente agradável, ainda nos pode ajudar a relaxar ou a ter um sono mais tranquilo”, concluiu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here