PARTILHAR

A Associação Águias Voadoras de Macau vai deixar de receber financiamento da Direcção dos Serviços de Educação e Juventude (DSEJ), depois da análise feita a um relatório entregue pela Associação, noticiou ontem a Rádio Macau.
A causa para a suspensão do subsídio prende-se com o caso de suspeita de abuso sexual de diversas crianças, que terá sido praticado por um instrutor da associação num campo de treino militar. Mas a DSEJ não é a única entidade governamental a financiar esta associação. Segundo o Boletim Oficial (BO), a Associação Águias Voadoras recebeu cerca de três milhões de patacas desde o ano de 2011, tendo também obtido fundos da Fundação Macau (FM). A FM doou 120 mil patacas para o plano de actividades de 2014 da associação, tendo ainda concedido um milhão de patacas no terceiro trimestre de 2012 para a concretização do plano de actividades desse ano. Quanto à DSEJ, só no terceiro trimestre do ano passado concedeu, 1,67 milhão de patacas à associação.
Até ao fecho da edição não foi possível questionar a FM sobre a continuação do apoio financeiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here