PARTILHAR

[dropacap style=’circle’]O/dropcap]deputado Si Ka Lon quer que o sector das indústrias culturais seja incluído no Plano de Desenvolvimento Quinquenal do Governo, pedindo que sejam apresentados dados sobre o peso que este sector tem no Produto Interno Bruto (PIB). O deputado eleito pela via directa pede ainda que sejam apresentados dados sobre o número de talentos nesta área bem como de empresas existentes, para que a sociedade possa compreender o crescimento e a eficácia desta indústria.
Segundo o jornal Ou Mun, o Fundo das Indústrias Culturais (FIC) já apoiou financeiramente 94 projectos com 110 milhões de patacas desde a sua criação, em 2013.
Si Ka Lon, que também é membro da Comissão de Avaliação de Projectos, apontou ao jornal Ou Mun que existem dúvidas sobre a utilização de dinheiros públicos pelo FIC, mas explicou que existe um centro que supervisiona os projectos. Uma vez que o subsídio não é dado de uma só vez, mas de seis em seis meses, o deputado frisou que a supervisão é mais rigorosa em projectos já aprovados.
Quanto à necessidade de maior clareza aos critérios de avaliação dos projectos, Si Ka Lon defendeu que o FIC dá importância ao desenvolvimento de longo prazo dos projectos, bem como ao seu planeamento financeiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here