Exposição | Dez artistas locais inauguram Galeria Lisboa na Doca dos Pescadores

Amanhã é dia de festa na Doca dos Pescadores, com a inauguração da nova Galeria Lisboa que abre ao público com a exposição colectiva “10 Macau Artists”. A cerimónia começa por volta das 17h

 

A Galeria Lisboa é o novo espaço para divulgação das artes locais, na praça central da Doca dos Pescadores, que inaugura amanhã com uma mostra de meia centena de obras, assinadas por dez autores do panorama artístico local. O projecto integra a iniciativa “Arte Macau” e tem já um programa de exposições agendado para os próximos seis meses.

O cartaz de abertura apresenta os trabalhos de artistas já consagrados a nível local, como são os casos de James Chu, Nick Tai, Lan Chiang, Tang Kuok Hou, Season Lao, Ieong Man Pan, Alice Kok, Cai Guo Jie, Kay Zhang e Derrick Loi.

São mais de 50 peças criadas em diversos suportes – pintura, gravura, fotografia, colagens, aguarelas e outras composições mistas – seleccionadas pela curadoria conjunta de Nuno Calçada Bastos e de James Chu, que estarão em exibição no novo espaço entre os dias 9 e 17 de Agosto, das 14h30 às 18h30.

Foi Nuno Calçada Bastos, director de marketing e comunicação do Grupo Macau Legend, a que pertence o complexo de entretenimento e lazer Doca dos Pescadores, quem convidou James Chu para a actual parceria. O conhecido artista – que também participa nesta mostra colectiva – é fotógrafo, pintor e designer, tendo sido o autor dos projectos do Design Center e do Art Garden, que hoje são ateliers e espaços expositivos de referência para muitos artistas de Macau.

Entre a dezena de artistas que vão estar expostos a partir de amanhã, Nuno Calçada Bastos destacou ao HM alguns que trazem algo de diferente para esta colectiva. “Por exemplo, o Nick Tai é um artista a que eu acho muita piada, porque tem peças em que utiliza frases portuguesas, mas no chamado “broken portuguese”. Ele faz uma paródia com as culturas portuguesa e macaense e utiliza uma gramática um pouco alterada, em que fala da Mona Lisa, dos Reis Portugueses, da mitologia grega, e é muito interessante”.

Kay Zhang é outro artista destacado pelo organizador do evento, pela técnica mista que introduz nas suas peças de aguarela e colagens, onde utiliza recortes de antigas revistas dos anos 60 com corpos femininos. “Ele faz umas alegorias das pinturas clássicas, através de foto-montagem e incorporação de mixed-media”, acrescenta.

Depois há o caso de Season Lao, “um designer gráfico local que foi para o Japão e ficou por lá, como director artístico de uma empresa de publicidade. Tem peças interessantes, com uma qualidade técnica muito boa e paisagens japonesas muito bonitas”, recomenda Calçada Bastos.

Existe ainda um artista, Ieong Man Pan, que o responsável considera trazer uma proposta original para esta mostra. “Tem um trabalho em que utiliza foto-montagens de “chips” de casino para desenhar paisagens chinesas.” Com as fichas de jogo dos casinos cria montanhas, que ao longe não se conseguem distinguir, só vendo a obra de perto, sugere o director.

A não perder são também as propostas dos restantes autores, em estilos e técnicas bastante diversos.

Sei de um rio

O espaço da Galeria Lisboa, na zona da Praça do Rossio, está dividido em duas secções: a principal dedicada às exposições temporárias e, ao fundo, a mais pequena onde vai funcionar uma art shop para “comercialização de peças dos artistas, que procurem um local para venda à consignação do seu trabalho”, explicou Nuno Calçada Bastos, que assim estará a apoiar os autores e a dinamizar o mercado artístico local.

A Galeria Lisboa tem ambições de vir a ser um ponto de passagem no roteiro das artes e lazer para residentes e turistas. “A Doca dos Pescadores recebe entre 8 mil e 10 mil visitantes diários” e, este investimento numa programação cultural regular, pretende “tirar partido daquele espaço privilegiado junto ao rio”.

Nesta fase inicial, o funcionamento da área expositiva será das 14h30 às 18h30. Mas a ideia é vir a prolongar o horário até cerca das 21h, podendo receber público em período pós-laboral que venha para usufruir de outras propostas de entretenimento, diversão e restauração.

Subscrever
Notifique-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários