PARTILHAR
O maior festival de reggae e ska da região está de volta a Hong Kong. “Endless Summer Hong Kong International Reggae Ska Festival” tem data marcada para o próximo dia 26 e, nesta terceira edição, apresenta um “super cartaz”

Teve a sua primeira edição em 2015 e é já visto como um dos maiores destaques da agenda de concertos de Hong Kong. “Endless Summer Hong Kong International Reggae Ska Festival” é uma injecção de boa disposição num género musical que, de acordo com a apresentação do evento, está fora dos grandes circuitos.

Este ano, o cartaz é tido como o melhor de sempre e conta com bandas de renome internacional para trazer ao palco de Kowloon os sons e movimentos de “uma verdadeira celebração jamaicana”, lê-se no site oficial do festival.

Os nomes são muitos e internacionais, mas a produção não deixa de destacar os cabeças de cartaz. Neville Staple é o grande cartão-de-visita. “O rudeboy em versão original”, como é descrito pela organização, é um dos membros da banda lendária “Specials”. Vem da Jamaica, mas não sem antes ter os grandes momentos de destaque da sua carreira na passagem pelo Reino Unido.

Neville Staple fez parte do movimento que começou com as misturas entre ska e punk e, depois de alguns anos sem originais, lançou recentemente uma série de novos temas. O disco chama-se “Return of Judge Roughneck”, conta com a colaboração dos “The Gramps” e tem marcado presença em festivais um pouco por todo o mundo, não sendo o famoso Glastonbury excepção.

O intérprete da velha guarda vai fazer-se acompanhar, no concerto em Kowloon, pelos “Red Stripes”, com um line-up que promete uma viagem à já longa carreira.

Reggae asiático

Porque o reggae é feito com qualidade em todo o lado e a Ásia não é excepção, o “Endless Summer Hong Kong International Reggae Ska Festival” pretende trazer à região vizinha dois dos nomes mais sonantes da actualidade.

Do Japão chegam os “Bagdad Café, the Trenchtown”. A banda representa o que se faz de melhor naquele país neste domínio musical e, desde 2011, ano de formação, já conta com seis álbuns editados.

Os “Bagdad Café, the Trenchtown” são considerados a referência actual do género musical no Japão e, dos eventos em que estiveram presentes, a organização destaca o concerto, em 2008, no Festival de Rock de Fuji. A Hong Kong, trazem o seu mais recente trabalho: “Everlong”.

O Oriente continua a dar cartas no alinhamento do cartaz, desta feita com os “Kingston Rudieska”. São já uma das mais famosas bandas na Coreia do Sul e o som que criam é definido como uma mistura entre estilos musicais mais tradicionais e o frenesim do ska.

O seu sucesso já é conhecido muito além da Ásia, com a aclamação da crítica internacional. O último trabalho, “Everyday People” é mesmo chamado de “clássico do ska asiático”. A fama tem-lhes trazido vários convites de alguns dos nomes mais relevantes da cena musical coreana. Bobby Kim, YB e Sim Soo-bong são alguns dos artistas com quem já tocaram.

O cartaz fica completo com os nipónicos “U Gee”. Da casa, têm presença marcada os “Sensi Lion” e os “Bulletproof”.

O evento vai ser ainda acompanhado por vários DJs e os bilhetes estão à venda por 420 dólares de Hong Kong.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here