PARTILHAR

Com data marcada para 2 e 3 de Dezembro, a companhia de Bailado de S. Petersburgo apresenta uma das mais famosas coreografias a nível mundial, que já conta com uma história de mais de 120 anos e com diversas abordagens e finais. O palco é o do Teatro do Venetian onde, ao som de Tchaikovsky, os mais de 60 bailarinos d’ “O Lago dos Cisnes” dançam a história de amor e peripécia de Siegfried e Odette.
Esta é a primeira composição para ballet de Pyotr Ilyich Tchaikovsky. Tal como a história que conta, também a sua não é desprovida de conflitos. A primeira encenação da obra terá sido em 1877 no Teatro Bolchoi, em Moscovo. A coreografia de então, a cargo de Julius Reisinger, não terá tido sucesso e só em 1895 no Teatro Merrinsky, em S. Petersburgo, estreou o espectáculo que até hoje anima os palcos do mundo, agora sob encenação de Marius Pepita e Lev Ivanove com a colaboração do compositor Riccardo Drigo.
Em 1950 foi lançada uma versão pelo coreógrafo Konstantin Sergueiev que dá um final feliz ao enredo baseado num conto de fadas alemão. O “Lago dos Cisnes” conta a história do príncepe Siegfried que se apaixona por Odette, uma rainha transformada em cisne por von Rothbart, o feiticeiro. O destino de Odette enquanto pássaro terminaria quando fosse resgatada pela promessa de amor eterno. A missão caberia a Siegfried, não tivesse o príncipe sido apanhado nas malhas do feiticeiro e declarado, por engano, amor à irmã de Odette, Odile. Quando percebeu o sucedido Siegfried retorna ao lago onde combate von Rothbart, o feiticeiro.
A companhia de S. Peterburgo que dá vida à coreografia é dirigida por Konstantin Tahckin e conta com mais de 60 bailarinos. Iniciou actividade em 1994 e, apesar da sua ainda curta história, é das companhias com maior sucesso internacional. Uma companhia independente e única no seu país sendo que não recebe quaisquer apois governamentais.
A cada ano, a companhia apresenta-se com sucesso pela Rússia e outros países como Espanha, Holanda, Bélgica, Alemanha, Irlanda, Reino Unido, Nova Zelândia, Austrália, Coréia do Sul, África do Sul e França. Para o espectáculo em Macau, os bilhetes já se encontram à venda e o seu valor é de 388 a 888 patacas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here