PARTILHAR

Um de Junho é a data marcada para a inauguração de “Visão Indefinida + Digital: Exposição de Pintura a Tinta” de Leung Kui Ting. A mostra, que apresenta 28 obras do artista de Hong Kong, abre pelas 18h00 na Galeria de Exposições Temporárias do Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais (IACM).
O artista estudou Pintura com o “conceituado” artista Lui Shou-kwan, tendo ainda estudado Design com Wucius Wong. Em 1980, fundou o Instituto de Artes Visuais Chingying de Hong Kong, tendo integrado o corpo docente da Universidade Politécnica da região vizinha ao longo de mais de uma década. Actualmente, trabalha como consultor especializado no âmbito dos serviços culturais para o Departamento de Serviços de Lazer e Culturais da RAEHK.
Leung revela que sente o mundo externo com o coração para atingir a unidade da mente e dos objectos, como que para observar tudo no universo na forma dos próprios objectos. Criadas com base na sua transformação e exploração de pinturas tradicionais chinesas, as suas pinturas paisagísticas partem do coração, adianta a organização, abstraindo-se das aparências concretas, ao invés de constituírem meros reflexos da realidade. É ainda criador de uma técnica de pintura paisagística digital, a qual sobrepõe linhas e pontos sobre os contornos de desenhos de montanhas e rochas tradicionais, dando origem a obras de arte contemporânea “verdadeiramente únicas”.
Além da exposição, realiza-se ainda no dia 12 de Junho a palestra “Visão Indefinida + Digital: Palestra sobre a Pintura a Tinta de Leung Kui Ting”, aberta ao público em geral, agendada entre as 15h00 e as 16h30 no auditório do Museu de Arte de Macau. Será um momento de partilha em que Leung fala do seu processo artístico na composição de pinturas paisagísticas tradicionais com elementos digitais.
Exposição e palestra são de entrada livre e a mostra estará patente até 10 de Julho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here