PARTILHAR

A Polícia Judiciária (PJ) prendeu nove residentes de Macau, suspeitos de estarem envolvidos num grupo que cometeu crimes de branqueamento de capital, com montantes que atingem os 25 milhões de dólares de Hong Kong. Segundo o canal chinês da Rádio Macau, a PJ recebeu um aviso das autoridades da cidade vizinha de Zhuhai, que prendeu um casal natural de Macau ligado a um “grupo de imigração ilegal”. O casal foi detido no ano passado e os noves residentes presos agora são familiares do casal, com idades entre os 19 e os 53 anos. Já desde o ano 2000, alega a PJ, o casal depositou “centenas e milhões de dólares de Hong Kong” em contas bancárias em bancos do território e a PJ suspeita que o dinheiro foi ganho através de auxílio de imigração ilegal. “O dinheiro envolvido foi utilizado para adquirir carros, fracções e lugares de estacionamento.” A PJ referiu que este é o caso de branqueamento de capitais que envolve mais pessoas ao longo dos anos e que este vai agora ser entregue ao Ministério Público.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here