PARTILHAR
A falta de recursos humanos no ensino pré-escolar fez com que o Governo pedisse ajuda à UM para formar mais professores. Uma centena estão a caminho

OGoverno vai abrir duas novas turmas de licenciatura em Educação Infantil na Universidade de Macau (UM) para colmatar a falta de professores com a crescente entrada de crianças no ensino pré-escolar. O Instituto de Acção Social (IAS) prevê que só em 2016 sejam abertas mais de dez mil vagas para crianças. A sua presidente, Vong Yim Mui, adiantou que a ideia de abrir mais duas turmas tem como objectivo formar cerca de cem educadores para responder às exigências da sociedade.
“Vão ser abertos mais berçários e o sector educativo pede mais dos professores do ensino pré-escolar, portanto o IAS já pediu o auxílio da UM na abertura de mais duas turmas do curso de educação pré-escolar este ano”, disse a responsável em declarações ao canal chinês da Rádio Macau.
Cada turma terá um máximo de 50 alunos. Contas feitas, serão uma centena as pessoas licenciadas para leccionar nas escolas infantis do território.
“O Governo tem, a seu favor, o facto de alguns residentes da RAEM que se licenciaram em Taiwan quererem voltar para trabalhar em Macau”, acrescentou.

Novo regime

O IAS avançou ainda que está a debater com a Direcção dos Serviços para os Assuntos de Justiça o estabelecimento de um regime de mediação familiar, indicando que serão formadas mais pessoas para ajudar famílias problemáticas.
“Precisamos de ter conhecimentos dos trâmites legais para criar este regime. O nosso trabalho aqui é formar mais mediadores especializados em assuntos familiares e ensiná-los a perceber aquilo que podem oferecer às famílias”, explicou a presidente do IAS, acrescentando que “o regime vai ser lançado este ano” ainda.
Vong Yim Miu rematou que o instituto vai tentar concluir a proposta do  Regime de Credenciação e Inscrição para o Exercício de Funções de Assistente Social, estando confiante na entrega do projecto ao Conselho Executivo ainda este ano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here