Imóveis | Compra diminui no terceiro trimestre de 2015

No terceiro trimestre de 2015 o número e o valor das transacções de imóveis desceram 24,7% e 30,7%, respectivamente, face ao segundo trimestre. A queda do número e do valor das fracções autónomas habitacionais de edifícios em construção transaccionadas foi superior a 40%. Comercializaram-se 2323 fracções autónomas e lugares de estacionamento pelo valor de 12,49 mil milhões de patacas, sendo que 1537 eram fracções autónomas habitacionais (-17,5%, em termos trimestrais) que foram transaccionadas por 8,62 mil milhões de patacas (-26,6%). Destas fracções autónomas habitacionais 246 eram de edifícios em construção. Também no terceiro trimester o preço médio por metro quadrado das fracções autónomas habitacionais transaccionadas foi de 84.342 patacas, desceu 11,5% em termos trimestrais. Na Taipa, em Coloane e na península de Macau os preços médios por metro quadrado das fracções autónomas habitacionais de edifícios em construção diminuíram 9,2%, 4,5% e 1,7%, respectivamente. Efectuaram-se mais transacções de fracções autónomas habitacionais de edifícios em construção em Coloane, nos Novos Aterros da Areia Preta e na Guia. Transaccionaram-se 812 fracções autónomas habitacionais pertencentes a edifícios construídos há mais de 20 anos e 105 fracções autónomas habitacionais pertencentes a edifícios construídos num período inferior ou igual a cinco anos. No que concerne à construção privada, foram iniciados 465.456 metros quadrados de área bruta de construção, equivalentes a 2815 fracções autónomas (2757 destinadas à habitação), 1572 lugares de estacionamento para automóveis e 896 para motociclos.

Subscrever
Notifique-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários