Fringe | Dança, circo, histórias e teatro ao fim-de-semana

Joana Freitas -
9
0
PARTILHAR

O Festival Fringe continua este fim-de-semana com diversas peças de dança, teatro e circo locais e de fora. Na sexta-feira, as actividades abrem com o espectáculo “Brinquedo, Arroz e Chuva”, uma peça de teatro falada em Cantonês que retrata a história de um jovem de Sarajevo que dispara a sua arma e muda o curso da história, ao mesmo tempo que um outro rapaz começa o seu dia de trabalho, numa cozinha, apenas desejando saber como cozinhar uma boa refeição. Do outro lado, um grupo de pessoas, que esperam ansiosas pela época das chuvas – como irão suportar a longa espera? ShowFile (1)
“Três histórias, três adolescentes de três diferentes lugares, diferentes origens e diferente tempos, mas…será que no fim… todos possuem os mesmos impulsos, os mesmos ideais?”, aponta a organização.
O espectáculo – da responsabilidade da Long Fung Drama Club – custa 50 patacas e está em exibição de sexta-feira a domingo, nos Lagos Nam Van, a partir das 20h00.
Sábado e domingo é a vez de “(Des) Contextualizado”, apresentado pelo grupo Unitygate e Stella e Artists. O espectáculo de dança acontece nas Ruínas de São Paulo, às 16h00 e 17h00, e na Rua da Palha às 14h00, tendo entrada livre.

Conta-me histórias

Se o seu interesse for ouvir histórias, então é para si a actividade trazida por Uncle Arvin, de Hong Kong, um contador de histórias que se tem dedicado ao desenvolvimento das artes junto da comunidade, promovendo o conto e apostando na criatividade dos livros ilustrados. Em Cantonês, as histórias vão poder ser ouvidas sábado às 18h30 no Café falala e às 20h30 no Buddy Caffe. No domingo, hora marcada para as 15h15 no Dream Corner, às 18h30 no Café Philo e às 20h30 no Mind Café. A entrada custa 50 patacas com uma bebida incluída.
Domingo, o dia está dedicado ao teatro. “Sem Abrigo” é a peça apresentada pelo Teatro Areia Preta – MAS Productions, às 17h00 no teatro Hiu Kok, na Av. do Dr. Francisco Vieira Machado. A entrada é livre para ficar a conhecer a história de quatro sem abrigo.
“O grupo Teatro Areia Preta faz-nos ver que cada um de nos poderia acabar numa situação parecida, sem casa, sem trabalho, consequência da falta de amor do ser humano e de uma sociedade imperfeita”, explica a organização.
Às 16h00 nas Ruínas de São Paulo acontece o espectáculo de circo “A Vida numa Bolha”, de Alfredo Silva.
“Um balão viaja impulsionado pelo vento consoante a sua direcção e intensidade e porque não também pela criatividade e imaginação? Um simples Balão irá compor um ambiente singular e criar um mundo fantástico e divertido! Como será a vida dentro de um Balão?”, atira a organização. A entrada é livre.
Finalmente, de Taiwan, chega “Beleza 2015″. Trazido pela Oz Theatre Company mostra duas personagens sem nenhuma característica peculiar que debatem entre si as relações de poder entre duas pessoas, questionando o verdadeiro valor da beleza.
Marcados para as 15h00 e para as 20h00, no edifício do antigo tribunal, o espectáculo custa 50 patacas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here