PARTILHAR

A Federação das Associações dos Operários de Macau (FAOM) espera que a revisão da Lei das Relações Laborais resolva o problema da falta de recompensa na sobreposição de feriados obrigatórios e dias de descanso, por considerar que só a negociação entre trabalhadores e empregadores não atinge os resultados. Segundo o Jornal Ou Mun, foi realizada na quarta-feira passada uma reunião onde foram recolhidas opiniões sobre a revisão desta lei por duas associações subordinadas da FAOM. O director da Associação de Empregados das Empresas de Jogo Macau, Choi Kam Fu, apontou que existem funcionários que esperam que a lei  revista consiga exigir que os patrões paguem aos empregados os dias de descanso quando houver sobreposição dos feriados obrigatórios e dias de descanso. “O Governo sugeriu que os empregadores negoceiem com os trabalhadores, mas actualmente existem mais de 80 mil trabalhadores de Jogo e, face às operadoras, eles são vulneráveis e é difícil atingir resultados na negociação”, frisou.
 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here