PARTILHAR

Uma empregada doméstica do Vietname foi acusada de ofensa corporal grave a uma bebé de quem tomava conta, depois de ter maltratado a criança e causado o chamado Síndrome do Bebé Sacudido (ou trauma craniano violento pediátrico). De acordo com o jornal Ou Mun, que cita a polícia, a mulher tomava conta da bebé de dois meses, filha da sua empregadora, desde Maio. No dia 10 de Agosto, a mãe encontrou ferimentos nos olhos da criança, que estavam vermelhos, e também nas pálpebras, inchadas. A menina chegou a desmaiar, o que levou a mãe a questionar a empregada sobre eventuais problemas. A mulher, de 33 anos e de apelido Ngyen, disse que nada tinha acontecido com a criança, mas depois de um exame médico, foi descoberto sangue “no fundo dos olhos e na subaracnóidea do cérebro da bebé”, o que confirmou a presença de lesões típicas do Síndrome do Bebé Sacudido. A mãe da vítima suspeitou que a empregada maltratou a filha, denunciando-a à PJ. A mulher negou ter feito algo, mas a polícia diz ter encontrado provas depois da investigação que a empregada abanou e bateu na bebé “pelo menos três vezes” até lhe causar mazelas corporais graves. A PJ vai ainda investigar se a empregada teve motivação para cometer o crime e se tem antecedentes penais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here