PARTILHAR

A deputada Angela Leong inquiriu o Governo quanto à responsabilidade das despesas com a conservação dos edifícios históricos, defendendo que “as despesas de reparação e manutenção dos edifícios incluídos na lista dos conjuntos classificados como património protegido constituem uma pressão para os proprietários”. Em resposta, Guilherme Ung Vai Meng, presidente do Instituto Cultural (IC), garantiu que, segundo a Lei de Salvaguarda do Património Cultural, “quer as edificações sejam imóveis classificados ou não, os proprietários são sempre responsáveis pela sua reparação e conservação”. De frisar que Angela Leong é também administradora da Sociedade de Jogos de Macau (SJM), concessionária de Jogo que detém o Hotel Lisboa, um edifício que tem sido falado para ser alvo de classificação pelo seu valor histórico e arquitectónico.  

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here