PARTILHAR

A Companhia de Corridas de Cavalos de Macau perdeu mais de 50 milhões de patacas em 2014, mas ainda assim quer ver o seu contrato renovado este ano. Os dados fazem parte do Relatório Anual da empresa referente ao ano passado, ontem publicado ao Boletim Oficial. Até 31 de Dezembro de 2014, a empresa que gere o Jockey Club de Macau perdeu 51,25 milhões de patacas, mais dez milhões do que o ano passado. A empresa, que recebeu a primeira concessão 1978, “está a preparar para aplicar a renovação do contrato de concessão de corridas pelo Governo da RAEM”, que termina a 31 de Agosto deste ano, depois de anos de renovações. A empresa, administrada por Angela Leong, é a segunda relacionada com corridas de animais que tem vindo a perder receitas, já que também o canídromo tem visto também os números baixar.

PARTILHAR
[email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here