PARTILHAR

O recente caso de gripe colectiva no Estabelecimento Prisional de Macau (EPM) deu resultados positivos para a estirpe H3N2, revelam os Serviços de Saúde (SS). A situação, que envolveu 12 presos – seis mulheres e seis homens -, com idades compreendidas entre os 21 e os 69 anos, estendeu-se agora a mais reclusos, passando para 83 o número de prisioneiros com sintomas de gripe que estão internados na prisão e foram submetidos a tratamento. Não houve registo de casos com complicações graves, dizem os SS, sendo que, apesar dos sintomas de febre e tosse, a maioria dos casos é ligeiro. Cerca de 29 prisioneiros ainda estão em isolamento e o EPM garante ter aplicado medidas de controlo, como a limpeza e manutenção da ventilação de ar no interior das instalações, o reforço na desinfecção e a suspensão temporária das actividades colectivas dos reclusos e recepção das visitas das associações exteriores. Desde o dia 15 de Junho que o EPM tem vindo a registar casos de infecção colectiva.

PARTILHAR
[email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here