PARTILHAR

A deputada Angela Leong enviou uma nota à comunicação social onde refere várias queixas dos residentes que recebem registos médicos numa língua que não compreendem. Os pacientes terão referido à deputada que sentem muitas dificuldades em saber as informações de forma clara e detalhada sobre o seu estado de saúde.
Para a deputada, que também é administradora da Sociedade de Jogos de Macau (SJM), os registos médicos têm a função essencial de registar o estado da doença e o seu tratamento, desempenhando um papel fundamental na informação dada ao doente e nos métodos de tratamento escolhidos.
Angela Leong referiu que todas as instituições públicas de saúde em Macau usam idiomas nos registos médicos que muitos dos residentes não compreendem, levando a que os cidadãos só consigam compreender a sua doença através da explicação directa do médico.
A deputada lembrou que o Governo já tinha referido a dificuldade na unificação dos idiomas utilizados e na tradução de termos médicos para Chinês. Angela Leong sugeriu que se tenha como referência as regiões vizinhas, lembrando que o interior da China utiliza o chinês em todos os registos médicos, o que significa, para ela, que foi resolvido o problema da unificação das línguas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here