PARTILHAR

ASociedade de Jogos de Macau (SJM), fundada pelo magnata do jogo Stanley Ho, anunciou ontem uma queda de 38,7% dos seus lucros no primeiro semestre deste ano, em comparação com o mesmo período de 2015.
Num comunicado ontem divulgado, a SJM refere que no primeiro semestre teve lucros de 1.097 milhões de dólares de Hong Kong.
As receitas dos casinos da SJM caíram 20,7% entre Janeiro e Junho, para 20.884 milhões de dólares de Hong Kong, revelou a empresa.
O EBITDA ajustado (resultados antes de impostos, juros, depreciações e amortizações) situou-se nos 1.634 milhões de dólares de Hong Kong, menos 27,8% do que no ano passado).
O grupo diz que as receitas do jogo VIP (grandes apostadores) caíram 28,5% e que as do jogo de massas desceram 11,5% nos primeiros seis meses do ano.
Citado no comunicado, o director executivo da SJM, Ambrose So, disse que “apesar de as condições desafiadoras persistirem” no mercado do jogo em Macau, “a SJM mantém a confiança no mesmo e o seu compromisso para com o futuro de Macau”.
A empresa tem prevista a abertura do Grand Lisboa Palace, um novo ‘resort’ com casino, na ‘strip’ de Macau, para 2017.
“Continuamos a fazer bons progressos na construção do nosso Grand Lisboa Palace, e por volta do fim do ano esperamos concluir a renovação do complexo Jai Alai, assim como renovações importantes no ‘lobby’ e quartos de hotel no Grand Lisboa”, disse Ambrose So.
As receitas brutas dos casinos de Macau caíram 4,5% em Julho, comparando com o mesmo mês de 2015, para os 17.774 mil milhões de patacas, segundo dados oficiais conhecidos ontem.
Em termos acumulados, nos sete primeiros meses do ano, as receitas dos casinos de Macau, o maior centro de jogo do mundo, diminuíram 10,5% em relação ao mesmo período de 2015 (variação homóloga).
Este foi o 26.º mês de quedas homólogas consecutivas nas receitas dos casinos de Macau, que são a fonte de mais de 80 por cento das receitas públicas da região e o pilar da economia local.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here