Mulheres de Itália (1) No ano de 2020

1
Abbondanza desce as escadas do prédio a correr.
Está com pressa.
Quer comprar pão e corre como se fosse perseguida.
Há outros inimigos neste século: as superfícies das coisas tornaram-se o inimigo.
O ar também parece não simpatizar contigo.
Abbondanza não corria assim desde os dez anos quando jurou vencer uma corrida a Pietro no recreio da escola primária.
Acilia limpa meticulosamente os vidros da janela do quarto do filho.
Ada ri-se de uma anedota do tempo da União Soviética contada por Maoro.
Adalberta tosse uma vez e assusta-se como se tivesse tossido cem vezes.
Foi uma vez diz Carlo, o marido.
E levanta o dedo indicador da mão direita. Uma vez.
Adalgisa lê o La Reppublica e cospe numa das páginas.
Addolorata tenta perceber na internet se é bom dar pão aos cães porque a mãe diz que não.
Adelaide diz que a beleza é metade para cada um: metade para quem a tem, metade para quem a recebe.
Adelasia grita à janela o nome de Pietro, o namorado que está no outro lado de Itália e não atende o telemóvel há três dias.
Ou está morto ou já não me ama, pensa Adelasia – e depois diz que uma ou outra coisa são quase iguais. Mas logo a seguir arrepende-se do que disse.
Adele aprende a mexer numa máquina de costura e as suas mãos que durante anos masturbaram homens velhos por pouco dinheiro parecem estar tensas, mais do que o resto do corpo.
Adelina parece um espectro, cada vez mais magra. O seu marido Antonio está cada vez mais bruto. Esfrega-lhe violentamente comida na boca fechada. Come, cabra – diz.
Adina dança para o seu namorado que está distraído a ver as notícias. Tenta perceber onde está o seu peso e onde está a sua leveza, como se a leveza fosse uma unidade como o peso é.
Mas a leveza não se pode pesar nem medir e por isso talvez não exista, pensa Adina.
Adria fala ao telefone longamente com Catarina. Diz que já destruiu a martelo uma máquina obsoleta que tinha guardado na cave. Fez-me bem, diz.

Subscrever
Notifique-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários