PARTILHAR

O território voltará novamente a apostar forte no Grande Prémio Internacional de Kart de Macau. O evento organizado desportivamente pela Associação Geral de Automóvel de Macau-China (AAMC), que ressuscitou em 2015, terá novamente como cabeça de cartaz o Campeonato CIK FIA Ásia-Pacífico KZ e será tutelado pela Comissão Internacional de Kart da Federação Internacional de Automobilismo (CIK-FIA). E este ano Macau vai fazer-se representar com os seus três melhores pilotos de karting da actualidade.

João Afonso, que o ano passado foi o único representante da RAEM na prova, regressa com a equipa de Hong Kong CKS Kart Racing. O piloto que mais títulos nacionais de Karting possui optou por um conjunto chassis-motor Parolin/TM Racing. Também à partida vai estar Andy Chang Wing Chung, que ainda há quinze dias disputou a Taça do Mundo de Fórmula 3 do Grande Prémio de Macau. Apesar de já ter completado o seu percurso no karting, Chang tem a escola toda da disciplina, tendo sido no passado piloto de fábrica da TonyKart, para além de conhecer muito bem o Kartódromo de Coloane.  Chang apostará no conjunto chassis-motor Parolin/TM Racing, como o jovem português Yohan Sousa. Por fim, e a competir pela equipa Advance Racing de Hong Kong, vai estar o jovem de 15 anos Charles Leong Hon Chio. A maior esperança do automobilismo de Macau e que este ano já subiu ao pódio em corridas de monolugares, está a recuperar ainda de um acidente na última prova do Campeonato de Karting da China, realizada em Pequim, onde fracturou um braço.

Pacote atractivo

A edição de 2015, ganha pelo italiano Lorenzo Camplese (Parolin/TM Racing/Bridgestone – Chassis/Motor/Pneus), ficou ligeiramente aquém no que respeita à qualidade do leque e número de pilotos internacionais à partida. Na tentativa de atrair mais e melhores participantes, Macau voltou a colocar à disposição dos concorrentes estrangeiros um pacote de incentivos.

De acordo com uma comunicação da CIK FIA, a AAMC irá de novo oferecer incentivos aos concorrentes internacionais. Um subsidio de 3,000 dólares norte-americanos, cerca de 24,000 patacas, será entregue a cada concorrente que se inscrever na prova e marcar presença à partida. Este pagamento só será realizado aos participantes em Macau. Para ajudar à deslocação das equipas, por cada concorrente inscrito, serão oferecidos dois quartos duplos por cinco noites no Hotel Pousada Marina Infante, em Coloane, e um serviço vaivém gratuito entre o hotel e o kartódromo.  O transporte, em Macau, e o desalfandegamento do material e equipamento das equipas no território também será executado a custo zero. A lista provisória de inscritos conta com 28 concorrentes, entre eles Ma Qing Hua, o primeiro e único piloto chinês que participou numa sessão oficial de treinos da Fórmula 1.

Programa recheado

Para além da prova do Campeonato CIK FIA Ásia-Pacífico KZ, o programa da edição de 2016 do Grande Prémio conta ainda com as seguintes provas registadas no calendário internacional: “Taça Macau”, para a categoria KZ, e a “Taça AAMC”, para a categoria Max Sr. Depois da visita à RAEM no primeiro fim-de-semana de Junho, o Campeonato Open Asiático de Karting (AKOC, na sigla inglesa) regressa neste mesmo fim-de-semana e traz a nata do karting do sudeste asiático nas categorias Rotax Max Júnior & Sénior, ROK Sénior, X30, 125 Júnior, 125 Sénior e Veteranos Open.

O orçamento da edição deste ano não foi ainda revelado ao público em geral, mas de acordo com dados publicados em Boletim Oficial, o Fundo de Desenvolvimento Desportivo apoiou, através da AAMC, a edição de 2015, em 2,499,084 patacas.  A edição de 2016 do Grande Prémio Internacional de Kart de Macau decorre de 7 a 10 de Dezembro no Kartódromo de Coloane.

PARTILHAR
[email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA