PARTILHAR

Estamos a falar do chinês “cool” e não do coolie chinês

Ser cool na antiga China significava ter adquirido as “oito graças”: 八雅。 

Cítara, Go, caligrafia, pintura, poesia, “apreciar” bebidas, arte floral, praticar o ritual do chá. Estes oito “ingredientes” faziam duma pessoa uma “brasa” da Antiguidade.

Cítara

Vou dedilhando e trauteio quando estou ébrio

Quantos cordas partirei até ficar sóbrio outra vez?

Não se trata de um poema que promova o alcoolismo, mas sim de um poema que nos fala do antigo culto da cítara. A cítara, o Go (jogo chinês de tabuleiro), a caligrafia e a ilustração representam quatro disciplinas eruditas; quatro requisitos para quem queria “dar nas vistas”. A cítara, ou古琴 era o supra-sumo destas habilidades e continha as “nove virtudes”. Ficou conhecida como o “instrumento dos cavalheiros” e era símbolo de bom gosto e de honra. A cítara é sinónimo da verdadeira música.

Go

Sonho com a minha vida entre cada jogada

Gosto de pensar três vezes antes de agir.

Jogar Go é uma arte. O Go foi um elemento importante da vida cultural na Antiguidade. Totalmente distinto de qualquer outro jogo recreativo, acreditava-se que redimensiona a perspectiva moral do jogador, o seu comportamento e a sua noção de estética. Fornece formas alternativas de pensamento.

Caligrafia

Traços fortes e curvas elegantes escrevem palavras intemporais,

O passado esconde-se dentro de cada pincel.

Diz-se que Cang Jie inventou os caracteres chineses, que são também pictogramas. A escrita chinesa contém a um tempo o som e a imagem, razão pela qual continua a ser um dos meios mais importantes para a comunicação do conhecimento.

Pintura tradicional

Como fazer permanecer a Primavera?

Só a pintura capta o perfume das suas flores.

A pintura tradicional na China centra-se na beleza da Natureza e só indirectamente reflecte a vida social da época.  Mergulhava-se o pincel na tinta para pintar em papel ou seda. O tema poderá ser a paisagem, as flores, os pássaros, imaginários ou reais, e surgem quadros de sonho.

Poesia

Flores primaveris e a chuva do Outono tecem os meus poemas

A Lua da aurora e a geada da noite entoam as minhas canções.

A capacidade pictórica da escrita chinesa torna a poesia clássica rica em imagens. Estes poemas são imagens em movimento, livres das regras da gramática, e permitem que o leitor mergulhe de imediato na visão do poeta.

Licores

Viajo até ao fim do mundo para encontrar o caminho do regresso

Mas só esta taça de vinho sabe amar a minha terra natal.

Os vinhos e licores são tão antigos quanto a poesia chinesa. Associa-se frequentemente os poetas chineses a episódios anedóticos sobre embriagados, alguns divertidos, outros trágicos.

Arte Floral

A Primavera convida um imenso esplendor ao meu jardim

A brisa sopra sobre a terra / vestida de todos os perfumes.

Mais conhecida nos nossos dias por ikebana, a antiga arte floral era considerada essencial para a felicidade espiritual.

O ritual do chá

As folhas de chá bebem a essência do sol e da lua,

Penso na solidão, quando as mergulho em silêncio na água cristalina.

O ritual do chá é uma experiência estético-artística.  É uma prática que defende a privacidade e o amor à solidão.

DEIXE UMA RESPOSTA