PARTILHAR
CHENGDU, SICHUAN PROVINCE, CHINA - 2015/09/13: Coffee cup on table in a Starbucks cafe. Starbucks is streamlining the ordering process so customers are able to get that cup of coffee faster than usual. (Photo by Zhang Peng/LightRocket via Getty Images)

A rede americana Starbucks parece estar confiante no desenvolvimento dos negócios na China, aponta o site CNN Money. De acordo com o site, os planos da companhia são de abrir uma nova loja por dia na segunda maior economia do mundo nos próximos cinco anos, totalizando quase duas mil novas unidades no país.

O CEO da empresa Howard Schultz parece não estar preocupado com o facto da economia chinesa estar em no menor ritmo dos últimos 25 anos. “Penso que se olhar para os 45 anos de história da nossa companhia, uma das coisas que nós temos feito bem é planearmos sempre a longo prazo”, disse numa entrevista em Xangai.

A reportagem da CNN comenta que o Starbucks abriu a primeira loja na China há 17 anos, desacreditado pelo mercado que não acreditava que a operação resultaria. Actualmente, a expectativa é de que, eventualmente, a China supere os EUA como o maior mercado da empresa, sendo que já é o segundo.

“Uma das coisas que penso que temos feito muito bem é que temos investido significativamente acima da curva de crescimento em pessoas e em sistemas. Acabamos de terminar um fantástico ano na China onde os resultados foram mais fortes do que nunca”, comenta o executivo.

“Tanto numa cidade pequena como  numa grande cidade, pensamos que a maneira de ser bem sucedido é se as lojas são operadas pelo pessoal do Starbucks”, disse em referência a outras marcas americanas de alimentação que procuram parceiros de fora para cuidar das suas operações na China, como a McDonalds e o KFC. “Acreditamos que o futuro do Starbucks na China ainda está a  começar”.

DEIXE UMA RESPOSTA