PARTILHAR

Oex-jogador da Liga norte-americana de basquetebol (NBA) Yao Ming e outras dez celebridades chinesas foram eleitas “embaixadores em Marte” pelo programa espacial chinês, que quer enviar uma nave tripulada àquele planeta no verão de 2020.
Segundo a agência oficial Xinhua, além de Yao, que jogava nos Houston Rockets, os outros famosos chineses, escolhidos para promover as ambições espaciais do país asiático, incluem a treinadora da equipa nacional de voleibol feminino Lang Ping ou o compositor Tan Dun.
É a primeira vez que a China escolhe caras conhecidas para representar o seu programa espacial, dois meses depois de ter anunciado que planeia enviar uma primeira nave não tripulada a Marte, no verão de 2020.
A Xinhua destacou que a escolha destes “embaixadores” para o programa espacial chinês – que leva a cabo missões na Lua e está a desenvolver uma estação espacial permanente – incentivarão os jovens a estudar ciência e tecnologia e promoverá a imagem da China.
Em agosto passado, o país asiático lançou o primeiro satélite de telecomunicação quântica do mundo e, no início do ano, anunciou que, em 2018, quer tornar-se o primeiro país a aterrar uma sonda no lado mais afastado da Lua.
Pequim está a investir milhares de milhões no programa espacial, para acompanhar os programas norte-americanos e europeus, mas já foi suplantado na corrida a Marte pela vizinha Índia, que colocou uma sonda na órbita do “planeta vermelho” em Setembro de 2014. A primeira missão chinesa a Marte partirá da base espacial de Wenchang, na ilha de Hainan, extremo sul do país.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here