PARTILHAR

A futura Biblioteca Central de Macau voltou a ser o centro das atenções, desta feita devido à altura de 53 metros prevista para a construção do edifício. A questão foi levantada ontem na Reunião Plenária do Conselho Consultivo da Cultura, onde um dos membros sugeriu que, dada a localização da Biblioteca estar prevista para o edifício do antigo tribunal e ficar entre dois prédios mais altos, o Executivo poderia aproveitar para avançar em altura com este projecto. A justificação prende-se com o facto de Macau ter “um espaço limitado” e esta poder ser uma forma albergar outros serviços do Governo. A chefe do Departamento do Património Cultural do Instituto Cultural, Leong Wai Man, não deu uma resposta concreta, mas explicou que é preciso ter como “referência” indicações para a preservação do património cultural. Na Avenida da Praia Grande, apesar de já existirem prédios mais altos, o Governo não parece querer abrir um precedente e construir em altura. “Temos um estudo. Achamos que é a altura ideal para aquela zona”, completou Leong Wai Man, citada pela rádio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here