PARTILHAR

Vários móveis no estilo chinês da Dinastia Ming (1368-1644), projectados por ‘designers’ chineses e fabricados por carpinteiros portugueses, estão em destaque na edição 2016 da Semana de Design de Pequim.
Intitulada “Aperto de mão entre a China e Portugal”, esta exibição nasceu da cooperação entre ‘designers’ chineses e fabricantes de mobiliário de Paredes, através de uma residência criativa realizada naquele concelho do norte de Portugal, em 2015.
Trata-se de um programa organizado pela Associação Cultural Luso-Chinesa (ACLC) e no âmbito do “Art on Chairs” (Arte em Cadeiras), projecto desenvolvido desde há cinco anos em Paredes, e co-financiado pela União Europeia, sob o lema “mais design, mais indústria”.
Para Wei Ningke, um dos dez desenhadores chineses que em Junho de 2015 esteve em Paredes, este intercâmbio “serviu para contactar com os conceitos do desenho português”, que são “muito diferentes do praticado na China”.
“Os portugueses focam-se mais nos materiais e na parte da produção. Os asiáticos prestam mais atenção ao embelezamento”, descreveu à agência Lusa.

De mãos dadas

O Embaixador de Portugal na China, Jorge Torres-Pereira, enalteceu “a capacidade para trabalhar a madeira”, que subiste em Paredes, e que é “capaz de transformar as ideias mais complexas em produtos reais”.
“É aí que podemos ser úteis aos desenhadores chineses”, realçou.
O diplomata português destacou ainda a inclusão da cortiça em algumas das peças exibidas: “Demonstra que, de facto, houve um intercâmbio”, disse.
Lançada em 2009, a Semana de Design de Pequim (“Beijing Design Week”) assume-se como um dos eventos de “maior envergadura na Ásia”, no sector do design.
Mais de 2.000 profissionais e cinco milhões de visitantes, são esperados durante a edição deste ano, lançada na sexta-feira e que tem como cidade convidada Seul.
Em 2014, o projecto Art on Chairs marcou a primeira participação portuguesa na “Beijing Design Week”, com a exposição “Duets” (Duetos), que consistiu na elaboração de cadeiras personalizadas, desenhadas por ‘designers’ portugueses para 11 personalidades portuguesas e estrangeiras, entre as quais Cavaco Silva, Durão Barroso, Lula da Silva, Eduardo Souto Moura, Cristiano Ronaldo e José Mourinho.
“Creio que é um orgulho chegar a esta exposição e ver que houve uma sequência concreta dessa vinda de Paredes à Beijing Design Week”, concluiu Torres-Pereira.
Para 2017, estão já marcadas a terceira e quarta edição deste intercâmbio, que se deverá alargar a outros sectores, além do mobiliário.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here