PARTILHAR

O Governo vai analisar em pormenor a necessidade de obras mais aprofundadas no edifício Edifício Wa Keong, onde embateu o autocarro de turismo que desceu desgovernado a Rua da Entena. O acidente, que vitimou mais de 30 pessoas, deixou danos visíveis no prédio e os moradores queixam-se de ainda não terem planos concretos para a reparação.
Num comunicado, a Direcção dos Serviços de Solos, Obras Públicas e Transportes (DSSOPT) assegura estar a analisar a situação em cooperação com entidades da área, para que possam emitir uma proposta de restauração mais adequada. Tal deve-se ao estado de um dos pilares do prédio, bem como às paredes de uma loja e de uma habitação no primeiro andar. Estes espaços estão mais estragos, pelo que serão alvo de um projecto de reparação diferente.
As restantes áreas já se encontram ao dispor dos moradores, garante a DSSOPT, sendo que “entre as 21 fracções e seis lojas do edifício, foram inspeccionados 24 espaços e dois proprietários dispensaram a verificação das autoridades e um proprietário ainda se encontra incontactável”, pode ler-se em comunicado de imprensa.
Quanto ao número de vítimas e ao seu estado, entre os mais de 30 turistas hospitalizados, seis ainda se encontram no Kiang Wu e a mulher que deu entrada em estado de coma já estará “clinicamente estável”, embora ainda inconsciente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here