PARTILHAR

Brian Deese é o principal assessor dos EUA para as alterações climáticas, e está em Pequim. Encontra-se a fazer os preparativos para a visita de Obama por ocasião da Cimeira dos G20, durante os dias 4 e 5 de Setembro, em Hangzhou. Os dois países, que são os maiores emissores de gases poluentes do mundo chegaram, no passado, a importantes acordos para o combate às alterações climáticas, que se tornou um ponto-chave na relação bilateral. Exemplo disso a visita de Obama a Pequim, em Novembro de 2014, em que ambos os países assinaram um acordo histórico ao comprometerem-se a diminuir as emissões de gases com efeito de estufa, nas próximas décadas.
Nestas reuniões preliminares, antes do G20, serão abordados vários temas, nomeadamente a luta contra as alterações climáticas, incluindo o plano para implementar o acordo alcançado na cimeira do clima de Paris (COP21), onde a China e os EUA chegaram a um consenso. Os representantes vão apurar os “esforços mútuos”, que são necessários para assegurar a conservação da camada do ozono, e que devem ser acrescentados ao protocolo aprovado em Montreal, em 1987, visando mais medidas contra os hidrofluorocarbonetos, um gás com efeito de estufa, que se utiliza em frigoríficos e ares condicionados. Será também abordada a criação de uma medida global, com base no mercado, que lide com as emissões com efeito de estufa da aviação internacional, como concordaram Obama e o Presidente chinês, Xi Jinping, refere o comunicado da embaixada dos EUA.
 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here