PARTILHAR

A empresa norte-americana MGM Resorts anunciou ontem, em comunicado à bolsa de Hong Kong, que vai adquirir mais 4,95% da operadora de jogo de Macau MGM China por 150 milhões de dólares.
Segundo o comunicado, a empresa-mãe vai pagar à Grand Paradise Macau Limited, controlada por Pansy Ho, filha do magnata Stanley Ho, 100 milhões de dólares no imediato, a que se junta um pagamento de 50 milhões ao longo de, no máximo, cinco anos.
Como resultado desta transacção, a MGM Resorts aumenta a sua participação na MGM China de 51% para 56% – a operadora de jogo de Macau resulta da parceria entre Pansy Ho e a MGM Resorts.
Assim, Ho e a Grand Paradise Macau passam a deter 22,49% da MGM China.
Por outro lado, o comunicado dá conta de que Pansy Ho acordou também adquirir quatro milhões de acções da MGM Resorts.
Grant Bowie, director executivo da MGM China, considera que a transacção “fortalece a relação entre os maiores accionistas da empresa e reforça o seu compromisso colectivo com a MGM China e com Macau”.
A MGM China anunciou no início do mês uma queda de 22% nas suas receitas em Macau no primeiro semestre deste ano, comparando com o mesmo período de 2015.
As receitas da operadora foram de 7,2 mil milhões de dólares de Hong Kong entre Janeiro e Junho.
A empresa anunciou em Fevereiro o adiamento da abertura do MGM Cotai para o próximo ano devido às condições do mercado, no mesmo dia em que revelou que teve uma quebra de 33% nas suas receitas em Macau no conjunto do ano de 2015.
Entre Janeiro e Junho, os casinos de Macau registaram no conjunto receitas de 107.787 milhões de patacas, menos 11,4% do que no primeiro semestre de 2015.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here